Estudo Eletroencefalográfico De Indivíduos Com Dor Crônica Decorrente Da Fibromialgia: Uma Revisão Da Literatura


Estudo Eletroencefalográfico De Indivíduos Com Dor Crônica Decorrente Da Fibromialgia: Uma Revisão Da Literatura


Madruga, M.L.L.H1; Melo, G.A2; Martins, M.L3; Aranha, R.E.L.B4; Marinho, J.S5; Alves, N.T6

1Estudante de Fisioterapia – UFPB; 2,3,4Mestranda em Neurociência Cognitiva e Comportamento – UFPB, 5Estudante de Engenharia de Produção – UFPB, 6Docente/Pesquisador do Departamento de Psicologia – UFPB


Scientific Research and Reviews

A fibromialgia (FM) é uma condição em que há presença de dor crônica, caracterizada por fadiga, distúrbios do sono e sintomas cognitivos, como ansiedade e depressão1. Dentre esse quadro clínico, destaca-se a dor crônica, como característica mais marcante, podendo levar a incapacidades laborais e declínio na qualidade de vida.
A fisiopatologia da FM ainda é desconhecida, mas acredita-se que existe uma alteração no mecanismo central de controle da dor, o qual poderia resultar de uma disfunção dos neurotransmissores2. Assim, essa disfunção acarretaria uma deficiência no sistema de neurotransmissores inibitórios em níveis espinhais ou supraespinhais (serotonina, encefalina e noradrenalina), ou uma hiperatividade de neurotransmissores excitatórios (substância P, glutamato e bradicinina)3.
Através da análise dos registros do eletroencefalograma (EEG), pode-se observar nas áreas envolvidas no processamento da dor, uma hiperexcitabilidade representando um mecanismo importante na manutenção deste sintoma na FM1. Nesse contexto, alterações no EEG têm sido relacionadas a um biomarcador fisiológico em síndromes dolorosas distintas. Achados de perfis electroencefalográficos de grupos populacionais com dor crônica estão sendo avaliados com o intuito de elucidar a fisiopatologia da dor e promover a avaliação e monitoramento do tratamento da dor1.
Embora alguns estudos envolvendo o uso do EEG para avaliação da dor crônica tenham mostrado que existem algumas características semelhantes entre indivíduos que sofrem de diversas síndromes dolorosas, os dados permanecem inconclusivos1. Nesse sentido, o presente artigo objetivou investigar os principais achados eletroencefalográficos, na literatura especializada, em indivíduos com FM no tocante: (a) à utilização do EEG na FM, (b) aos principais protocolos de utilização do EEG na FM, e (c) aos principais achados eletroencefalográficos na FM.


Palavras-chave: Reabilitação E Tratamento De Pacientes Com Síndrome De Treacher Collins

Free Full-text PDF


How to cite this article:
Madruga, M.L.L.H; Melo, G.A; Martins, M.L; Aranha, R.E.L.B; Marinho, J.S; Alves, N.T. Estudo Eletroencefalográfico De Indivíduos Com Dor Crônica Decorrente Da Fibromialgia: Uma Revisão Da Literatura.Scientific Research and Reviews, 2019, 11:100. DOI: 10.28933/srr-2018-06-28100