Avaliação Do Nível De Osteoartrose De Joelho, Equilíbrio E Qualidade De Vida Em Idosos


Avaliação Do Nível De Osteoartrose De Joelho, Equilíbrio E Qualidade De Vida Em Idosos


Gomes, V. M. S. A. ¹, Silva, G. Â. B. ², Uchôa, E. P. B. L ³

¹,2Estudante do Curso de Fisioterapia – UNICAP; 3Docente/pesquisador do Depto de Fisioterapia – UNICAP.


Scientific Research and Reviews

Introdução: No envelhecimento ocorre várias alterações fisiológicas e bioquímicas, sendo comum surgir patologias recorrentes, como a osteoartrose (OA). Objetivo: Este estudo teve como objetivo correlacionar níveis de osteoartrose de joelho com alteração do equilíbrio e qualidade vida em idosos. Metodologia: É um estudo observacional, descritivo de corte transversal, realizado em uma Clínica Escola. Foram utilizados o questionário sócio-demográfico, Escala Visual Analógica (EVA), Escala de Berg Balance, Teste de Tinetti, Time Up Go Test (TUGT), Escala Algofuncional de Lequesne, SF-36 e WHOQOL-Bref. Os dados foram analisados estatisticamente, utilizando software R versão 3.2.4, com valores de significância (p<0,05). Resultados: A amostra foi contituida por 19 idosos, sendo 88,88% do sexo feminino, com idade média de 66,78 anos. Na EVA, a média do escore foi de 5,11; já no Tinetti foi 19. A média na escala de BERG foi 40,95 e do tempo durante o TUG Test foi 22,56s. No Lequesne obteve-se como resultado 12,53. A menor pontuação do SF-36 foi no domínio Dor (46,17); já no WHOQOL-Bref, foi Meio Ambiente (12,53). Conclusão: Conclui-se que os achados encontrados dão indícios que a OA de joelho é uma condição que interfere na qualidade de vida, assim como no comprometimento do equilíbrio.


Palavras-chave:  Equilíbrio; Idosos; Osteoartrose; Qualidade de vida

Free Full-text PDF


How to cite this article:
Gomes, V. M. S. A., Silva, G. Â. B. , Uchôa, E. P. B. L. Avaliação Do Nível De Osteoartrose De Joelho, Equilíbrio E Qualidade De Vida Em Idosos.Scientific Research and Reviews, 2018, 2:11. DOI: 10.28933/srr-2018-06-2811