A Importância Da Atuação Odontológica Em Pacientes Internados Em Unidade De Terapia Intensiva


A Importância Da Atuação Odontológica Em Pacientes Internados Em Unidade De Terapia Intensiva


Santos, G. A. 1; Lucas Ramos, V. S. 2; Santana, J. F. 3; Lima, L. F. A. 4; França, L.C. 5 ; Maia, C. S. 6

1,2,3,4,5 Estudante do Curso de Odontologia – UFPE; 6Docente/pesquisador do Departamento de Embriologia e Histologia da UFPE.


Scientific Research and Reviews

Introdução: A higiene bucal deficiente é comum em pacientes internados em UTI, o que propicia a colonização do biofilme bucal por microrganismos patogênicos, especialmente por patógenos respiratórios podendo ser uma fonte de infecção nosocomial. Uma vez que as bactérias presentes na boca podem ser aspiradas e causar pneumonias de aspiração Objetivo: Revisão de literatura a respeito da importância da intervenção odontológica em pacientes hospitalizados nas unidades de terapia intensiva. Metodologia: Realizou-se uma revisão integrativa nas bases de dados da LILACS e na Biblioteca Virtual da SCIELO, utilizando os descritores: Cuidados odontológicos, Doenças periodontais e UTI. Os critérios de inclusão foram: artigos com texto completo disponível, no idioma português ou inglês e com recorte temporal entre 2013 e 2017. Resultados: Para a realização do trabalho foram selecionados 3 artigos que atendiam aos critérios de inclusão. Discussão: A cavidade bucal é o primeiro portal de entrada para micro-organismos patogênicos respiratórios que causam infecções sistêmicas, sendo a pneumonia uma delas. A pneumonia por aspiração é o tipo mais comum de pneumonia nosocomial ou hospitalar e é uma infecção do parênquima pulmonar causada por diferentes tipos de agentes etiológicos entre eles bactérias, fungos e vírus. Essa doença é de alto custo e representa uma significativa causa de morbidade e mortalidade, diagnosticada 48 horas após a internação do paciente na UTI. A ausência de atenção com a higiene bucal e a diminuição do fluxo salivar resulta no aumento da quantidade e complexidade da placa dental, que pode favorecer a interação bacteriana entre bactérias indígenas da placa e patógenos respiratórios como P. aeruginosa e bacilos entéricos. Conclusão: A avaliação da condição bucal e necessidade de tratamento odontológico em pacientes hospitalizados exigem o acompanhamento por um cirurgião-dentista habilitado em Odontologia hospitalar evitando um aumento da proliferação de fungos e bactérias e, consequentemente, infecções e doenças sistêmicas.


Palavras-chave: Doença periodontal; UTI; Doenças respiratórias

Free Full-text PDF


How to cite this article:
Santos, G. A.; Lucas Ramos, V. S.; Santana, J. F.; Lima, L. F. A. ; França, L.C.; Maia, C. S. A Importância Da Atuação Odontológica Em Pacientes Internados Em Unidade De Terapia Intensiva.Scientific Research and Reviews, 2018, 2:15. DOI: 10.28933/srr-2018-06-2815