Fatores De Risco Associados À Osteomielite Pós Trauma.


Fatores De Risco Associados À Osteomielite Pós Trauma.


Gabriela Lopes de Almeida1, Karyne Suênya Gonçalves Serra Leite2, Thais da Silva Oliveira3, Rebeka Maria de Oliveira Belo4, Monique Oliveira do Nascimento5 Isabel Cristina Ramos Vieira Santos6.

12,3,4,5Mestrandas do Programa Associado de Pós-Graduação de Enfermagem da UPE/UEPB; 6Docente do Programa Associado de Pós-Graduação de Enfermagem da UPE/UEPB.


Scientific Research and Reviews

Introdução: o manejo da osteomielite representa grande desafio para os profissionais de saúde, sendo uma infecção de difícil erradicação em qualquer cenário clínico. Para o conhecimento da patogênese das infecções de sítio em ortopedia, é necessário relacionar elementos extrínsecos e intrínsecos do paciente como: aspectos do hospedeiro, do microrganismo, da técnica utilizada, materiais utilizados e implantados, tempo de exposição, entre outros. Objetivo: descrever os principais fatores de risco apresentados por pacientes pós-trauma ortopédico, associados ao desenvolvimento de osteomielite. Metodologia: estudo descritivo, exploratório do tipo relato de experiência, realizado de setembro a dezembro de 2016 em um hospital público do Recife com indivíduos internados e diagnosticados com osteomielite. Foram apresentadas estatísticas descritivas com frequências absolutas e relativas, valores máximos e mínimos. Resultados: Foram avaliados 24 pacientes, sendo a maioria do sexo masculino (87,5%), com idade entre 18 e 61 anos. A faixa etária mais predominante foi a de 51 a 61 anos (37,5%), seguida do grupo etário de 18 a 28 anos (29,2%). 75% da amostra sofreram acidentes motociclísticos, 91,7% originaram fraturas expostas em sua maioria nos membros inferiores (87.6 %). Dos acidentados que passaram por cirurgia de urgência (87.6%), 16,7% apresentaram biopsia positiva para Staphylococcus aureus, das quais 46.2% foram retiradas de fragmentos ósseos. Discussão: a gravidade do paciente está relacionada à gravidade do trauma sofrido e à lesão provocada. Os acidentes motociclísticos de alta energia cinética representam uma considerável severidade originando fraturas expostas graves. Embora realizada intervenção em tempo hábil, a exposição do membro afetado com extensas lesões e desvitalização de tecidos ilustram a intima associação entre infecção e exposição do membro afetado. Conclusão: Este estudo contribui para o planejamento e organização das políticas públicas para prevenção dos acidentes violentos bem como para uma melhoria da qualidade da assistência a esses pacientes portadores deste agravo de difícil condução clínica.


Palavras-chave: Osteomielite, Trauma, Fratura, Infecção.

Free Full-text PDF


How to cite this article:
Gabriela Lopes de Almeida, Karyne Suênya Gonçalves Serra Leite, Thais da Silva Oliveira, Rebeka Maria de Oliveira Belo, Monique Oliveira do Nascimento Isabel Cristina Ramos Vieira Santos.Fatores De Risco Associados À Osteomielite Pós Trauma..Scientific Research and Reviews, 2018, 3:22. DOI: 10.28933/srr-2018-06-2822