Perfil Epidemiológico, Sociodemográfico E Clínico Dos Casos De Tuberculose Na Cidade Do Recife/Pe Entre 2012- 2016


Perfil Epidemiológico, Sociodemográfico E Clínico Dos Casos De Tuberculose Na Cidade Do Recife/Pe Entre 2012- 2016

Santos J.P.F¹, Chaves L.M², Nascimento R.M³, Cabral J.V.B4

1Graduanda do Curso de Bacharelado em Enfermagem-Faculdades Integradas da Vitória de Santo Antão – FAINTVISA; 2-4Mestrandos do Programa de Pós-Graduação em Ciências da Saúde – Universidade de Pernambuco – UPE


Scientific Research and Reviews

Introdução: A tuberculose (TB) é uma doença infecciosa e, em geral, os indivíduos imunossuprimidos são os mais acometidos pela doença. O Brasil é 16º país com maior carga da doença e Recife-PE, concentra quase metade dos casos do estado, sendo a capital com a terceira maior taxa de incidência e a segunda maior de mortalidade por TB no país. Objetivo: Descrever o perfil epidemiológico, socioeconômico e clínico dos casos de TB em Recife-PE. Material e Métodos: Pesquisa seccional descritiva com todos os casos de TB do Recife, notificados no Sistema de Informação de Agravos de Notificação, nos anos de 2012 a 2016. Resultados e Discussão: Foram notificados 9792 casos de TB; taxas de incidência e mortalidade entre: 113.72 a 88,8% e 9.61 a 6,33% (2012 e 2016); 95,62% residentes da zona urbana, 67,64% do sexo masculino; faixa etária de 20 a 59 (80,19%); 54,1% de raça/cor parda; forma clínica pulmonar em 57% dos casos. As taxas de TB sofrem variações, na incidência e mortalidade. Predonminates pelo sexo masculino e da zona urbana denota fatores socioeconômicos e culturais relacionados à exposição. Os indivíduos de 20 a 59 anos acometidos são maioria, compreendendo ser adultos ativos; sobre a raça/cor predominou os autodeclarados pardos, acompanhando o perfil brasileiro; quanto à forma clínica, é predominante a TB pulmonar, indo de acordo com estudos locais, regionais e nacionais. Os principais motivos de abandono de tratamento da TB pulmonar estão associados ao consumo de álcool e tabagismo. Conclusão: As taxas de incidência e de mortalidade dos casos de TB apresentaram queda no período estudado. A maioria dos casos ocorreu em zona urbana, no sexo masculino, com idade entre 20 e 59 anos e na forma clínica pulmonar. É fundamental o desenvolvimento de ações e cumprimento de metas para a redução das taxas de TB no Recife.


Palavras-chave: Tuberculose. Aspectos Epidemiológicos. Fatores Socioeconômicos

Free Full-text PDF


How to cite this article:
Santos J.P.F, Chaves L.M, Nascimento R.M, Cabral J.V.B. Perfil Epidemiológico, Sociodemográfico E Clínico Dos Casos De Tuberculose Na Cidade Do Recife/Pe Entre 2012- 2016. Scientific Research and Reviews, 2018, 6:56. DOI: 10.28933/srr-2018-06-2856