Aspectos Psicossociais Em Adolescentes Com Comportamento Suicida


Aspectos Psicossociais Em Adolescentes Com Comportamento Suicida


Sousa, R.A1, Silva, W.R2, Júnior, P.B.F3, Vasconcelos, S.C4, Sougey, E.B5, Silva, T.P.S6
1Estudante do Curso de Ciências Biológicas da Universidade Federal de Pernambuco – UFPE; 2Estudante do Curso de Nutrição da Universidade Maurício de Nassau – UNINASSAU. 3Biólogo pela Fundação de Ensino Superior de Olinda – FUNESO. 4,5,6Doutor em Neuropsiquiatria e Ciências do Comportamento pela Universidade Federal de Pernambuco – UFPE.


Scientific Research and Reviews

A Organização Mundial de Saúde considera o suicídio como um evento alarmante, estando entre as dez principais causas de morte na população mundial em todas as faixas etárias representando um grave problema de saúde pública1.
Na faixa etária jovem os números são ainda mais expressivos, em que o suicídio ocupa o terceiro lugar entre as causas de morte. Destaca-se que estes índices são ainda maiores quando incorporadas nas estatísticas as tentativas, ideações e comportamento suicida1.
Apesar de poucos estudos terem sidos conduzidos no Brasil sobre a investigação da prevalência de suicídio nos últimos anos, tal fenômeno tem sofrido incremento significativo, principalmente nas populações juvenis1.
Adicionalmente, pode-se considerar que as análises envolvendo o risco de suicídio nesses indivíduos, seja um aspecto extremamente importante como medida de prevenção da ocorrência de suicídio2.
Apesar dos esforços relativos à prevenção, o ato suicida ainda apresenta-se como um evento inesperado, devendo ser analisado de forma ampla, principalmente em indivíduos da população em geral, pois sua ocorrência muitas vezes dá-se pela somatória de variáveis individuais, ambientais e sociais como a dificuldade do indivíduo em resolver/conviver com situações conflituosas ou ainda pela presença de comorbidades como sintomas de transtornos mentais dos quais: os transtornos do humor (particularmente a depressão), os transtornos por uso de substâncias (especialmente a dependência de álcool), as esquizofrenias e os transtornos de personalidade são os mais frequentes2,3.
Diante do exposto, a análise da presença do risco de suicídio na população em geral pode representar um poderoso mecanismo relacionado à prevenção deste evento, principalmente na população adolescente na qual as taxas de prevalência crescem consideravelmente, sendo ainda importante a análise de fatores associados à presença desses comportamentos suicidas.


Palavras-chave: Padrão Alimentar Entre Sujeitos Em Um Campus Universitário Na Cidade De Recife

Free Full-text PDF


How to cite this article:
Sousa, R.A, Silva, W.R, Júnior, P.B.F, Vasconcelos, S.C, Sougey, E.B, Silva, T.P.S.Aspectos Psicossociais Em Adolescentes Com Comportamento Suicida.Scientific Research and Reviews, 2019, 7:63. DOI: 10.28933/srr-2018-06-2863