Assistência De Enfermagem Prestada À Paciente Portadora De HIV/AIDS


Assistência De Enfermagem Prestada À Paciente Portadora De HIV/AIDS


Oliveira T.S.1; Leite K.S.G.S.2; Almeida G.L.3; Walquiria Quirino de Queiroz W.Q.4; Silva M.L.N.5; Abrão F.M.S.6
1,2,3,4Mestrandas do Programa Associado de Pós-Graduação de Enfermagem da UPE/UEPB; 5Nutriconista do Hospital Dom Hélder, 6Docente do Programa Associado de Pós-Graduação de Enfermagem da UPE/UEPB.


Scientific Research and Reviews

Introdução: O vírus da Imunodeficiência Adquirida (AIDS) tem atingido ao longo dos anos cada vez mais pessoas com faixa etária de 18 a 25 anos de ambos os gêneros. Trata-se de um fenômeno global, dinâmico e instável cuja forma de ocorrência nas diferentes regiões do mundo depende, dentre outros fatores, do comportamento. A assistência de enfermagem voltada para as pessoas com AIDS é complexa, devendo estar articulada para oferecer uma intervenção que modifique a realidade, atuando de maneira específica nos pontos identificados como sensíveis assim como proporcionando apoio emocional e espiritual. Objetivo: Abordar a implementação da assistência de enfermagem prestada à paciente com HIV/AIDS. Metodologia: Trata-se de um estudo descritivo, exploratório do tipo relato de experiência, realizado no período de novembro à dezembro de 2016 durante o programa de residência em enfermagem em um hospital público da Região Metropolitana do Recife. Resultados: Mulher do sexo feminino, 22 anos, consciente, orientada, com HIV confirmado em 2014, deu entrada na unidade hospitalar com episódio de fadiga, perda ponderal, náuseas e vômitos, diarreia aquosa e anemia grave devido às complicações decorrentes da sua patologia. Discussão: Após realização da anamnese e exame físico os principais diagnósticos de enfermagem identificados foram: Nutrição desequilibrada abaixo das necessidades corporais, risco de infecção, fadiga e integridade da pele prejudicada. As intervenções mais frequentes relacionaram-se aos sinais vitais, promoção do conforto, segurança, conscientização e aceitação de dieta. Conclusão: Através deste estudo pôde-se observar a importância da assistência de Enfermagem durante todo o período de internação da paciente, identificando o papel e a autonomia do profissional de enfermagem no processo do cuidado. Neste sentido, o enfermeiro se insere como um ente da equipe de saúde capaz de identificar meios que assegurem o autocuidado do portador de HIV, além de adotar medidas que minimizem a sintomatologia apresentada por essa população.


Palavras-chave:  Assistência de Enfermagem; HIV; Síndrome da Imunodeficiência Adquirida

Free Full-text PDF


How to cite this article:
Oliveira T.S.1 Leite K.S.G.S.; Almeida G.L; Walquiria Quirino de Queiroz W.Q.; Silva M.L.N.; Abrão F.M.S.Assistência De Enfermagem Prestada À Paciente Portadora De Hiv/Aids.Scientific Research and Reviews, 2019, 9:78. DOI: 10.28933/srr-2018-06-2878