Diagnóstico E Tratamento De Pacientes Com Neuralgia Trigeminal


Diagnóstico E Tratamento De Pacientes Com Neuralgia Trigeminal


Lins, M. L. A.¹, Santos, B. G. C.¹, Bezerra, M. M. G.¹, Freitas, R. M. L.¹, Lima, M. A. C.¹, Arruda, H. S.²

1Estudante do Curso Odontologia – UFPE; 2Pesquisador do Departamento de Embriologia/Histologia – UFPE


Scientific Research and Reviews

A neuralgia trigemimal é uma patologia relacionada ao quinto par de nervos cranianos, o nervo trigêmeo, o qual é considerado o grande nervo sensitivo da cabeça e nervo motor dos músculos da mastigação, dividindo-se em três ramos: oftálmico, maxilar e mandibular. O ramo oftálmico acomete a região do seio frontal e o dorso do nariz; o ramo maxilar sensibiliza as regiões do seio maxilar, a asa do nariz e a pele do osso maxilar; e por sua vez, o ramo mandibular afeta as regiões do lábio inferior e mandibular, podendo apresentar nesses pontos dores relacionadas à patologia. Os paroxismos intermitentes podem ser desencadeados por leves toques em áreas específicas da região orofacial, denominados zona de gatilho – que podem ser na pele, na mucosa ou mesmo em um dente. Normalmente é uma dor que está limitada ao território de distribuição do nervo trigêmeo.
A neuralgia trigeminal é uma doença crônica de etiologia ainda não muito conhecida, que pode ser ocasionada por diferentes motivos, entre eles estão a compressão dos ramos do nervo por algum vaso sanguíneo, esmagamento ou fraturas de ossos da face que comprimem o nervo ou seus ramos, fatores emocionais e neoplasias. Não se sabe exatamente o motivo do surgimento desta patologia nas diversas incidências da mesma, pois apesar de identificar o agente causador não se sabe por quê o mesmo agiu, tornando este um caso de relevância para análise de casos clínicos como forma de obter uma aproximação do que ocorre primariamente para esse surgimento patológico. Segundo a International Headache Society – IHS, a Neuralgia Trigeminal é classificada em Clássica e Sintomática. A diferença básica entre as duas se dá a partir de que, quando não há nenhum fator patológico a não ser a compressão vascular a Neuralgia Trigeminal é definida como clássica. A Sintomática é desencadeada por tumores, alterações vasculares, alterações inflamatórias, quistos intracranianos (José, 2006; Borbolato et alii, 2009; Gronseth et alii, 2008; Leeuw, 2008, pág.85).


Palavras-chave: Diagnóstico E Tratamento De Pacientes Com Neuralgia Trigeminal

Free Full-text PDF


How to cite this article:
Lins, M. L. A., Santos, B. G. C., Bezerra, M. M. G., Freitas, R. M. L. Lima, M. A. C., Arruda, H. S. Diagnóstico E Tratamento De Pacientes Com Neuralgia Trigeminal.Scientific Research and Reviews, 2019, 10:96. DOI: 10.28933/srr-2018-06-2896