Scientific Research and Reviews


A Importância Do Atendimento Qualificado Da Enfermagem Na Hanseníase E Neuropatias

Review Article of Scientific Research and Reviews A Importância Do Atendimento Qualificado Da Enfermagem Na Hanseníase E Neuropatias Souza Leão, B. M. L ¹; Câmara, N. S. ²; Vasconcelos, J. L. A. ³ ¹Estudantes do Curso de Enfermagem; ²Estudantes do Curso de Enfermagem, ³Doutora em Inovação Terapêutica/Docente dos cursos de graduação de Enfermagem e Biomedicina- ¹,²,³ASCES/UNITA Introdução: A Hanseníase é uma doença infecciosa crônica causada pelo bacilo Mycobacterium leprae, conhecida popularmente como lepra, possuindo grande potencial neuropático, pois afeta o sistema nervoso trazendo graves sequelas. Atinge principalmente pessoas de baixa renda, que residem em lugares sem saneamento básico e sem condições de moradias adequadas. Por se tratar de uma doença secular e munidas de imenso preconceito, as pessoas acometidas procuram as redes de saúde tardiamente por medo, causando a demora no diagnóstico e trazendo graves sequelas aos mesmos, podendo até serem irreversíveis. Objetivo: Entender a hanseníase e seu potencial neuropático ressaltando a importância da qualificação da enfermagem. Metodologia: Trata-se de uma revisão de literatura, cuja obtenção de dados foi realizado um levantamento através das bases de dados SciELO e Lilacs, sendo encontrados no total 8 artigos convencionais e não convencionais, utilizando os descritores hanseníase, enfermagem, unidade básica de saúde e diagnóstico precoce. Resultados e Discussão: Em todas as formas de hanseníase, existe o comprometimento nervoso acontecendo uma preferência pelos nervos sensitivos-autonômicos da derme e na região do tronco nervoso se tornando uma característica padrão da doença, por isso as pessoas tendem a desenvolver deficiência e deformidades físicas, porém seu impacto vai depender da imunidade do indivíduo. O enfermeiro da unidade, devidamente capacitado se torna fundamental no acompanhamento e processo de cura do paciente. Conclusão: É de fundamental importância que a enfermagem se qualifique para atender esses usuários, para assim, no futuro, eles não sofrerem com graves sequelas neuropáticas, dificultando suas atividades ...

Avaliação Do Nível De Osteoartrose De Joelho, Equilíbrio E Qualidade De Vida Em Idosos

Research Article of Scientific Research and Reviews Avaliação Do Nível De Osteoartrose De Joelho, Equilíbrio E Qualidade De Vida Em Idosos Gomes, V. M. S. A. ¹, Silva, G. Â. B. ², Uchôa, E. P. B. L ³ ¹,2Estudante do Curso de Fisioterapia – UNICAP; 3Docente/pesquisador do Depto de Fisioterapia - UNICAP. Introdução: No envelhecimento ocorre várias alterações fisiológicas e bioquímicas, sendo comum surgir patologias recorrentes, como a osteoartrose (OA). Objetivo: Este estudo teve como objetivo correlacionar níveis de osteoartrose de joelho com alteração do equilíbrio e qualidade vida em idosos. Metodologia: É um estudo observacional, descritivo de corte transversal, realizado em uma Clínica Escola. Foram utilizados o questionário sócio-demográfico, Escala Visual Analógica (EVA), Escala de Berg Balance, Teste de Tinetti, Time Up Go Test (TUGT), Escala Algofuncional de Lequesne, SF-36 e WHOQOL-Bref. Os dados foram analisados estatisticamente, utilizando software R versão 3.2.4, com valores de significância (p<0,05). Resultados: A amostra foi contituida por 19 idosos, sendo 88,88% do sexo feminino, com idade média de 66,78 anos. Na EVA, a média do escore foi de 5,11; já no Tinetti foi 19. A média na escala de BERG foi 40,95 e do tempo durante o TUG Test foi 22,56s. No Lequesne obteve-se como resultado 12,53. A menor pontuação do SF-36 foi no domínio Dor (46,17); já no WHOQOL-Bref, foi Meio Ambiente (12,53). Conclusão: Conclui-se que os achados encontrados dão indícios que a OA de joelho é uma condição que interfere na qualidade de vida, assim como no comprometimento do equilíbrio. Palavras-chave:  Equilíbrio; Idosos; Osteoartrose; Qualidade de vida ...

Perfil Socioclínico E Qualidade De Vida Do Cuidador Do Idoso Com Osteoartrose De Joelho

Research Article of Scientific Research and Reviews Perfil Socioclínico E Qualidade De Vida Do Cuidador Do Idoso Com Osteoartrose De Joelho Gomes, V. M. S. A. ¹, Araujo, A. E. L. ², Uchôa, E. P. B. L. ³ ¹,2Estudante do Curso de Fisioterapia – UNICAP; 3Docente/pesquisador do Depto de Fisioterapia - UNICAP Introdução: A situação demográfica do Brasil tem se modificado com ampliação de idosos, aumentando a necessidade de cuidadores para ajudar nas suas atividades diárias. As tarefas atribuídas ao cuidador podem acarretar em desgaste físico e emocional. Objetivo: Avaliar qualidade de vida de cuidadores familiares de pacientes com osteoartrose de joelho. Método: É um estudo do tipo observacional, descritivo e corte transversal, realizado numa clínica escola e no ambulatório hospitalar em Recife. Foram incluídos cuidadores de ambos sexos, com faixa etária de 18 aos 70 anos e excluídos os que apresentavam déficit cognitivo. Os participantes assinaram o termo de consentimento livre e esclarecido. Em seguida foram aplicados questionários: Sócio-clínico, SF-36 e WHOQOL-BREF. Resultados: Foram avaliados 9 cuidadores, maioria do sexo feminino (66,7%), média de idade 51,44±9,88 anos, 66,7% não praticam atividade física e IMC de 25,39±5,79. Desses, 66,7% são filhos, com doenças associadas e fizeram ensino médio. No questionário SF-36, assim como no WHOQOL-BREF, a qualidade de vida foi moderada a boa. Na correlação linear de Person, verificou associação positiva entre WHOQOL-BREF e SF-36. Conclusão: Portanto, verifica-se que os cuidadores apresentaram qualidade de vida de moderada a muito boa, provavelmente devido ao bom relacionamento entre o par. Palavras-chave:  Cuidado; Bem-estar; Doenças Reumáticas ...

Sarcopenia E Estado Nutricional Em Idosos De Instituições De Longa Permanência Para Idosos

Research Article of Scientific Research and Reviews Sarcopenia E Estado Nutricional Em Idosos De Instituições De Longa Permanência Para Idosos -RECIFE/PE Machado, J. G. 1; Gomes, E. G. P. 2; Amorim, T. M. A. X. 3; Oliveira, A. A. 4; Tavares, F. C. L. P.5; Andrade,L. A. S. S.6 1,2,3 Estudante do Curso de Nutrição- CCS – UFPE; 4 Residente multiprofissional de Saúde da Família - IMIP, 5,6 Docente/pesquisador do Departamento de Nutrição – CCS – UFPE Introdução: A sarcopenia é uma síndrome geriátrica caracterizada pela perda de força e massa muscular esquelética, diminuindo a capacidade física. Sedentarismo, hospitalização, doenças preexistentes e má nutrição estão associados ao desenvolvimento/agravo da sarcopenia. A mudança da composição corporal pode ser refletida nas medidas antropométricas dos idosos. Objetivo: Avaliar medidas antropométricas e frequência alimentar de idosos sarcopênicos e não sarcopênicos residentes de instituições de longa permanência para idosos (ILPIs). Metodologia: Estudo transversal, com 37 idosos de ambos os sexos, residentes de ILPIs localizadas na Região Metropolitana do Recife. O estado nutricional foi avaliado pelo índice de massa corporal (IMC), classificado segundo Lipschitz (1994), e para depleção muscular utilizou-se a circunferência da panturrilha (CP). Aplicou-se um questionário de frequência alimentar para verificar o consumo de alimentos fonte de proteína e vitamina D. (CAAE 54699116.2.0000.5208.) Resultados: A sarcopenia esteve presente em 37,8% dos idosos avaliados, sendo mais frequente naqueles entre 70 a 79 anos (50%), IMC <22 (50%) e no sexo feminino (71,4%). Todos os indivíduos com IMC<22 apresentaram sarcopenia, enquanto que 86,7% dos classificados com excesso de peso não eram sarcopênicos. 71,4% eram sarcopênicos quando a CP<31cm, e 70% daqueles com CP≥31cm não apresentaram sarcopenia. As fontes proteicas mais consumidas foram galinha sem pele cozida/assada (91,9%), leite integral (81,1%) e fígado bovino (64,9%). Discussão: Os idosos com IMC elevado e CP≥31cm apresentaram menor risco de desenvolver ...

Dr. Prakash Goudanavar
Professor and Head, Department of Pharmaceutics, Sri Adichunchanagiri College of Pharmacy

Dr. Alfred DACI
Polytechnic University of Tirana, Mathematical and Physical Engineering Faculty

Dr. Mehmet Fatih Karaaslan
Statistics Department, Yildiz Technical University, Turkey

Dr Sherif A. Younis
Analysis and Evaluation Department, Egyptian Petroleum Research Institute (EPRI)

Dr. Saroj Kumar Ghosh
Department of Zoology, Bejoy Narayan Mahavidyalaya

Dr. Rahul Singh
DIVISION OF PATHOLOGY , ICAR- Indian Veterinary Research Institute

Dr. Srikanth Boinapally
Department of Radiology, School of Medicine, JHU

Assist. Prof. Ihsan Habib Dakhil
Assistant Professor, Chemical Engineering Department, Engineering College, Al Muthanna University

Dr. MUNISH KUMAR SHARMA
Senior Research & Development Engineer (New Materials Development), Honeywell UOP, India Technology Centre

Dr Prem Kumar Seelam
Environmental and Chemical Engineering Research Group, Faculty of Technology, P.O. Box 4300, 90014 University of Oulu, Finland

Dr. Eng. Hamid Ali Abed AL-Asadi
Department of Computer Science, Faculty of Education for Pure Science, Basra University

Dr. M. Kenan Dosoglu
Duzce University, Technology Faculty, Electrical-Electronics Engineering, Duzce, Turkey

Manuscript Title: The title should be a brief phrase.

Author Information: List full names and affiliation of all authors, including Emails and phone numbers of corresponding author.

Abstract: The abstract should be less than 500 words. Following abstract, a list of keywords and abbreviations should be added. The keywords should be no more than 10. Abbreviation are only used for non standard and long terms.

Introduction: The introduction should included a clear statement of current problems.

Materials and Methods: This section should be clearly described.

Results and discussion: Authors may put results and discussion into a single section or show them separately.

Acknowledgement: This section includes a brief acknowledgment of people, grant details, funds

References: References should be listed in a numbered citation order at the end of the manuscript. DOIs and links to referenced articles should be added if available. Abstracts and talks for conferences or papers not yet accepted should not be cited. Examples Published Papers: 

1. Avinaba Mukherjee, Sourav Sikdar, Anisur Rahman Khuda-Bukhsh. Evaluation of ameliorative potential of isolated flavonol fractions from Thuja occidentalis in lung cancer cells and in Benzo(a) pyrene induced lung toxicity in mice. International Journal of Traditional and Complementary Medicine, 2016; 1(1): 0001-0013. 
2. Vikas Gupta, Parveen Bansal, Junaid Niazi, Kamlesh Kohli, Pankaj Ghaiye. Anti-anxiety Activity of Citrus paradisi var. duncan Extracts in Swiss Albino Mice-A Preclinical Study. Journal of Herbal Medicine Research, 2016; 1(1): 0001-0006.

Tables and figures: Tables should be used at a minimum with a short descriptive title. The preferred file formats for Figures/Graphics are GIF, TIFF, JPEG or PowerPoint.

Publication fee: The authors will be contacted about the publication fee after a manuscript have been accepted.

Proofreading and Publication: A proof will be sent to the corresponding author before publication. Authors should carefully read the proof to avoid any errors and return the proof to the editorial office. Editorial office will publish the article shortly and send a notice to authors with the links of the paper.

Open Access

Scientific Research and Reviews is a peer reviewed open access journal publishing research manuscripts, review articles, editorials, letters to the editor in Scientific Research and Reviews  (Indexing details).

Peer Review

To ensure the quality of the publications, all submitted manuscripts will be peer-reviewed by invited experts in the field. The decisions of editors will be made based on the comments of the reviewers.

Rapid Publication

Time to first decision: within 2 days for initial decision without review, 18 days with review; Time to publication: Accepted articles will be published online within 2 days, and final corrected versions by authors will be accessible within 5 days.  More details....

Rapid Response Team

Please feel free to contact our rapid response team if you have any questions. Our customer representative will answer your questions shortly.

Scientific Research and Reviews

Upload

Note: Please compress all documents (manuscript, cover letter et al.,. ) into one .Zip file and then upload the Zip file.