Scientific Research and Reviews


Estado Nutricional Do Binômio Mãe-Filho Participantes Do Programa Mãe Coruja Recife

Research Article of Scientific Research and Reviews Estado Nutricional Do Binômio Mãe-Filho Participantes Do Programa Mãe Coruja Recife Machado, J. G. 1; Amorim, T. M. A. X 2; Gomes, E. G. P 3; Tavares, G. A. 4; Andrade, L. A. S. S.- 5, Borba, J. M. C. 6 1,2,3 Graduada do Curso de Nutrição – CCS – UFPE; 4 Estudante do Curso de Pós-Graduação em Nutrição – CCS – UFPE, 5,6 Docente/pesquisador do Departamento de Nutrição – CCS – UFPE. Introdução: O excesso de peso é uma doença multifatorial associada ao estilo de vida e atualmente é problema de saúde pública entre adultos e crianças brasileiras. O Programa Mãe Coruja Recife acompanha a saúde do binômio mãe-filho desde a gestação até a criança completar 5 anos. Não há estudos que constem o aspecto nutricional do Programa. Objetivo: Avaliar o estado nutricional do binômio mãe-filho participantes do Programa Mãe Coruja Recife. Metodologia: Estudo transversal, quantitativo, desenvolvido em três espaços do Programa entre novembro/2016 e abril/2017, com mães e crianças menores de dois anos cadastradas (n=57). A avaliação do estado nutricional do binômio foi realizada por meio do cálculo do Índice de Massa Corporal (IMC) e IMC/idade, seguindo instruções e pontos de corte da Organização Mundial de Saúde (OMS) (1998) para mães adultas e OMS (2006) para as mães adolescentes e as crianças. Os valores foram expressos em média de escore z. Para as análises de frequência, utilizou-se o teste do qui-quadrado. (CAAE: 54697116.3.0000.5208) Resultados: A avaliação nutricional pelo IMC materno mostrou que havia 30% de sobrepeso, 30% de obesidade e 3,5% de magreza entre as mães. Entre as crianças, 25% estavam com alto IMC/idade, sendo 6,7% obesas. O percentual de baixo IMC/idade foi 3,3%. Discussão: O excesso de peso encontrado nas mães e nas crianças participantes do Programa é bastante elevado e ...

Uso Do Tipi No Tratamento De Doenças Crônicasem Uma Comunidade Local Do Interior Do Ceará

Research Article of Scientific Research and Reviews Uso Do Tipi No Tratamento De Doenças Crônicasem Uma Comunidade Local Do Interior Do Ceará Soares, C. L.R. 1,2; Neto, P.P.M 2; Silva, M. R. P. 3; Lucena, C. C.O. 4; Pereira, P.S. 5; Silva, T.G. 6 1Estudante Graduação em Ciências Biológicas da Universidade Federal da Paraíba- UFPB; 2Estudante de Pós Graduação em Ciências Biológicas da Universidade Federal de Pernambuco- UFPE.3Estudante de Graduação do Curso de Ciências Biológicas da Universidade Federal de Pernambuco- UFPE; 4Estudante de Pós Graduação em Ciências Farmacêuticas da Universidade Federal de Pernambuco- UFPE; 5Estudante de Pós Graduação em Biotecnologia da Universidade Federal de Pernambuco- UFPE; 6Docente/ Pesquisadora do Departamento de Antibióticos da Universidade Federal de Pernambuco- UFPE. Introdução: As doenças crônicas não transmissíveis constituem a maior causa de morte nos países desenvolvidos. As utilizações de plantas em estudos etnofarmacológicos têm sido realizadas com o intuito de encontrar compostos biologicamente ativos para o desenvolvimento de novos agentes farmacológicos que minimizem os efeitos tóxicos causados por parte dos medicamentos disponíveis. A Petiveria alliacea L., uma espécie família de Phitolacaceae, é comumente utilizada pela medicina popular na terapia de várias desordens, dentre elas, as crônicas. Objetivo: Este trabalho objetivou a realização de um estudo etnobotânico sobre P. alliacea na Comunidade Milagres-CE, relacionando os métodos de preparação e as indicações no tratamento de desordens crônicas por comunidades tradicionais. Metodologia: O período de pesquisa foi de fevereiro a abril de 2016, onde foi aplicado um questionário em uma amostra de 30 residentes aleatórios da região. Resultados: As partes mais utilizadas pelos entrevistados são as folhas, vegetal inteiro, a raiz associada à folha e apenas a raiz. Quanto às indicações terapêuticas, 50%relataram utilizar a planta no tratamento de reumatismo, 30% no tratamento de artrite e 20% no tratamento de doenças não-crônicas. Conclusão: Os resultados deste estudo ...

Uso De Plantas Medicinais Como Alternativas Para O Tratamento De Patologias No Município De Milagres- Ce

Review Article of Scientific Research and Reviews Uso De Plantas Medicinais Como Alternativas Para O Tratamento De Patologias No Município De Milagres- Ce Soares, C.L.R 1,2; Silva, M.R.P3; Neto, P. P. M2; Lucena, C. C. O4; Pereira, P. S.5; Silva, T. G. 6 1Estudante Graduação em Ciências Biológicas da Universidade Federal da Paraíba- UFPB; 2Estudante de Pós Graduação em Ciências Biológicas da Universidade Federal de Pernambuco- UFPE 3Estudante de Graduação do Curso de Ciências Biológicas da Universidade Federal de Pernambuco- UFPE; 4Estudante de Pós Graduação em Ciências Farmacêuticas da Universidade Federal de Pernambuco- UFPE; 5Estudante de Pós Graduação em Biotecnologia da Universidade Federal de Pernambuco- UFPE; 6Docente/ Pesquisadora do Departamento de Antibióticos da Universidade Federal de Pernambuco- UFPE. Introdução: A falta de assistência médica, farmacêutica e a crise econômica, as populações têm buscado o uso de plantas medicinais, desenvolvendo um conhecimento empírico acerca do uso da natureza. A medicina popular Brasileira reflete o conhecimento transmitido entre as gerações que difundiram os seus conhecimentos sobre a flora medicinal, tornando as plantas medicinais instrumentos na assistência farmacêutica. O Ceará é rico em espécies medicinais endêmicas da região, utilizadas tradicionalmente pela população, mas pouco exploradas pela farmacologia. Objetivo: Avaliar as plantas utilizadas na medicina popular e as diversas formas de aplicação pelas comunidades do município de Milagres no Ceará. Metodologia: A pesquisa se realizou no município de Milagres- CE, entre novembro e dezembro de 2015, através de questionário aplicado em diversos pontos da cidade e zona rural para consumidores e raizeiros. Resultados: As plantas mais utilizadas nessa comunidade são: Capim santo, erva-doce, erva-cidreira, hortelã-verde e eucalipto. Relatos dos entrevistados demonstraram que o tratamento com plantas medicinais resultaram no melhoramento de até 100% da patologia apresentada antes do tratamento. Conclusão: A população faz uso das espécies listadas tratamento de patologias de maneira indiscriminada. É necessário ...

A Importância Da Anamnese Espiritual No Cuidado Ao Paciente Em Cuidados Paliativos

Review Article of Scientific Research and Reviews A Importância Da Anamnese Espiritual No Cuidado Ao Paciente Em Cuidados Paliativos Silva, C. C ¹; Nascimento, B. A. B. F ²; Araújo, T. C. N. R. S³; Neto, J.P. S4; Nascimento, G. B 5 ¹Enfermeira residente em atenção ao câncer e cuidados paliativos pela ASCES – UNITA. ²Enfermeira residente em Cuidados Paliativos em IMIP – PE. ³Enfermeira gerente da enfermaria de Cuidados Paliativos em IMIP-PE. 4Biomédico residente em Saúde coletiva pela Fiocruz – PE. 5Enfermeira residente em atenção ao câncer e cuidados paliativos pela ASCES – UNITA Introdução: As discussões acerca da integração da espiritualidade nas práticas de cuidado em saúde vêm ganhando cada vez mais espaço na literatura internacional, bem como a influência positiva das crenças religiosas e espirituais em tratamentos de cura, reabilitação ou cuidados paliativos A anamnese espiritual é compreendida como um processo de investigação sobre a percepção das crenças e valores de um indivíduo, assim como o significado que ele atribui à fé, à vida e à espiritualidade, e como isso poderá influenciar em sua saúde e no modo de ser cuidado. Objetivo: Compreender a importância da anamnese espiritual para o paciente em cuidados paliativos. Metodologia: Trata-se de uma revisão integrativa da literatura. Utilizou-se as bases de dados LILACS e SciELO. Foram utilizados os descritores: Anamnese, espiritualidade e Cuidados paliativos. A partir disto, foram encontrados 37 artigos. Contextualizando os critérios de inclusão, que foram: texto disponível, idioma em português e ano de publicação de 2011 a 2016, 14 artigos emergiram. Com a leitura, percebeu-se que 9 destes atendiam ao objetivo da pesquisa. Resultados e discussão: Observou-se que a não utilização de um instrumento de coleta específico dificultou relacionar melhor a espiritualidade com algumas variáveis referidas, como qualidade de vida e agravo à saúde. Viu-se também que a religiosidade está ...

Dr. Prakash Goudanavar
Professor and Head, Department of Pharmaceutics, Sri Adichunchanagiri College of Pharmacy

Dr. Alfred DACI
Polytechnic University of Tirana, Mathematical and Physical Engineering Faculty

Dr. Mehmet Fatih Karaaslan
Statistics Department, Yildiz Technical University, Turkey

Dr Sherif A. Younis
Analysis and Evaluation Department, Egyptian Petroleum Research Institute (EPRI)

Dr. Saroj Kumar Ghosh
Department of Zoology, Bejoy Narayan Mahavidyalaya

Dr. Rahul Singh
DIVISION OF PATHOLOGY , ICAR- Indian Veterinary Research Institute

Dr. Srikanth Boinapally
Department of Radiology, School of Medicine, JHU

Assist. Prof. Ihsan Habib Dakhil
Assistant Professor, Chemical Engineering Department, Engineering College, Al Muthanna University

Dr. MUNISH KUMAR SHARMA
Senior Research & Development Engineer (New Materials Development), Honeywell UOP, India Technology Centre

Dr Prem Kumar Seelam
Environmental and Chemical Engineering Research Group, Faculty of Technology, P.O. Box 4300, 90014 University of Oulu, Finland

Dr. Eng. Hamid Ali Abed AL-Asadi
Department of Computer Science, Faculty of Education for Pure Science, Basra University

Dr. M. Kenan Dosoglu
Duzce University, Technology Faculty, Electrical-Electronics Engineering, Duzce, Turkey

Manuscript Title: The title should be a brief phrase.

Author Information: List full names and affiliation of all authors, including Emails and phone numbers of corresponding author.

Abstract: The abstract should be less than 500 words. Following abstract, a list of keywords and abbreviations should be added. The keywords should be no more than 10. Abbreviation are only used for non standard and long terms.

Introduction: The introduction should included a clear statement of current problems.

Materials and Methods: This section should be clearly described.

Results and discussion: Authors may put results and discussion into a single section or show them separately.

Acknowledgement: This section includes a brief acknowledgment of people, grant details, funds

References: References should be listed in a numbered citation order at the end of the manuscript. DOIs and links to referenced articles should be added if available. Abstracts and talks for conferences or papers not yet accepted should not be cited. Examples Published Papers: 

1. Avinaba Mukherjee, Sourav Sikdar, Anisur Rahman Khuda-Bukhsh. Evaluation of ameliorative potential of isolated flavonol fractions from Thuja occidentalis in lung cancer cells and in Benzo(a) pyrene induced lung toxicity in mice. International Journal of Traditional and Complementary Medicine, 2016; 1(1): 0001-0013. 
2. Vikas Gupta, Parveen Bansal, Junaid Niazi, Kamlesh Kohli, Pankaj Ghaiye. Anti-anxiety Activity of Citrus paradisi var. duncan Extracts in Swiss Albino Mice-A Preclinical Study. Journal of Herbal Medicine Research, 2016; 1(1): 0001-0006.

Tables and figures: Tables should be used at a minimum with a short descriptive title. The preferred file formats for Figures/Graphics are GIF, TIFF, JPEG or PowerPoint.

Publication fee: The authors will be contacted about the publication fee after a manuscript have been accepted.

Proofreading and Publication: A proof will be sent to the corresponding author before publication. Authors should carefully read the proof to avoid any errors and return the proof to the editorial office. Editorial office will publish the article shortly and send a notice to authors with the links of the paper.

Open Access

Scientific Research and Reviews is a peer reviewed open access journal publishing research manuscripts, review articles, editorials, letters to the editor in Scientific Research and Reviews  (Indexing details).

Peer Review

To ensure the quality of the publications, all submitted manuscripts will be peer-reviewed by invited experts in the field. The decisions of editors will be made based on the comments of the reviewers.

Rapid Publication

Time to first decision: within 2 days for initial decision without review, 18 days with review; Time to publication: Accepted articles will be published online within 2 days, and final corrected versions by authors will be accessible within 5 days.  More details....

Rapid Response Team

Please feel free to contact our rapid response team if you have any questions. Our customer representative will answer your questions shortly.

Scientific Research and Reviews

Upload

Note: Please compress all documents (manuscript, cover letter et al.,. ) into one .Zip file and then upload the Zip file.