Scientific Research and Reviews


A Importância Da Anamnese Espiritual No Cuidado Ao Paciente Em Cuidados Paliativos

Review Article of Scientific Research and Reviews A Importância Da Anamnese Espiritual No Cuidado Ao Paciente Em Cuidados Paliativos Silva, C. C ¹; Nascimento, B. A. B. F ²; Araújo, T. C. N. R. S³; Neto, J.P. S4; Nascimento, G. B 5 ¹Enfermeira residente em atenção ao câncer e cuidados paliativos pela ASCES – UNITA. ²Enfermeira residente em Cuidados Paliativos em IMIP – PE. ³Enfermeira gerente da enfermaria de Cuidados Paliativos em IMIP-PE. 4Biomédico residente em Saúde coletiva pela Fiocruz – PE. 5Enfermeira residente em atenção ao câncer e cuidados paliativos pela ASCES – UNITA Introdução: As discussões acerca da integração da espiritualidade nas práticas de cuidado em saúde vêm ganhando cada vez mais espaço na literatura internacional, bem como a influência positiva das crenças religiosas e espirituais em tratamentos de cura, reabilitação ou cuidados paliativos A anamnese espiritual é compreendida como um processo de investigação sobre a percepção das crenças e valores de um indivíduo, assim como o significado que ele atribui à fé, à vida e à espiritualidade, e como isso poderá influenciar em sua saúde e no modo de ser cuidado. Objetivo: Compreender a importância da anamnese espiritual para o paciente em cuidados paliativos. Metodologia: Trata-se de uma revisão integrativa da literatura. Utilizou-se as bases de dados LILACS e SciELO. Foram utilizados os descritores: Anamnese, espiritualidade e Cuidados paliativos. A partir disto, foram encontrados 37 artigos. Contextualizando os critérios de inclusão, que foram: texto disponível, idioma em português e ano de publicação de 2011 a 2016, 14 artigos emergiram. Com a leitura, percebeu-se que 9 destes atendiam ao objetivo da pesquisa. Resultados e discussão: Observou-se que a não utilização de um instrumento de coleta específico dificultou relacionar melhor a espiritualidade com algumas variáveis referidas, como qualidade de vida e agravo à saúde. Viu-se também que a religiosidade está ...

A Hidroterapia Na Reabilitação De Pacientes Com Osteoartrose No Joelho: Uma Revisão De Literatura

Review Article of Scientific Research and Reviews A Hidroterapia Na Reabilitação De Pacientes Com Osteoartrose No Joelho: Uma Revisão De Literatura Gonçalves, C. M. ¹; Cabral, T. M. ²; Silva, K. M. G. ³; Nascimento, L. S. G 4 ¹²³ Estudantes do curso de Fisioterapia-UNIBRA; 4 Mestre em Fisioterapia pela UFPE e pesquisadora do laboratório LANA. Introdução: A osteoartrose é uma doença crônico-degenerativa que afeta a cartilagem articular. Seus sinais e sintomas são:rigidez matinal, dor, diminuição de amplitude de movimento na articulação afetada, limitação nas atividades funcionais, deformidade com a formação de osteófitos, tumefação e rigidez articular na movimentação. A hidroterapia é muito utilizada por conta do empuxo, imersão e diminuição da gravidade, que é o diferencial do tratamento. Objetivos: Analisar através de revisões de literatura e estudos de casos a eficácia da hidroterapia nos pacientes com osteoartrose do joelho. Metodologia: A revisão de literatura foi realizada partir de artigos disponíveis nas bases de dadosScielo, Pubmed, Lilacs, Medline em agosto de 2017, selecionando artigos publicados no período de 2012 a 2017. Resultados e Discussão: Inicialmente foram encontrados 55 estudos com a temática proposta, dentre estes, foram excluídos 47 de acordo com os critérios de exclusão. Selecionando 8 artigos, sendo 4 estudos de casos e 4 revisões de literatura. Resultados relatam que a hidroterapia ajuda auxiliando tanto no alívio dos sintomas quanto na execução das atividades da vida diária. Conclusão: Posteriormente aos dados adquiridos, pode-se concluir que o programa de hidroterapia na reabilitação de pacientes portadores de osteoartrose, foi eficaz em relação à diminuição do quadro álgico e aumento na amplitude de movimento dos joelhos. A técnica de exercícios em piscina é um excelente ambiente para reabilitação desses pacientes, devido a força de flutuação diminuira força da gravidade, por conseguinte, diminui a sobrecarga na cartilagem lesada quando imerso até o tórax, minimizando ...

Aplicação Da Sae A Paciente Com Diabetes Mellitus Tipo 2: Estudo De Caso

Research Article of Scientific Research and Reviews EDUCAÇÃO EM SAÚDE: OFICINAS EM SAÚDE DO HOMEM NA ZONA DA MATA NORTE DE PERNAMBUCO Medeiros K.S.1; Faustino M.C.O.2; Santos G.E.3; Lima M.R.F.N.4; Torres A.L.5 1, 2, 3, 4Estudantes de Enfermagem – UFPE, 5Enfermeira/Docente – UFPE Introdução: O Diabetes Mellitus tipo 2 (DM2) é a forma verificada em 90 a 95% dos casos e caracteriza-se por defeitos na ação e secreção da insulina e na regulação da produção hepática de glicose. A resistência à insulina e o defeito na função das células beta estão presentes precocemente na fase pré-clínica da doença. Objetivo: Aplicar a Sistematização da Assistência de Enfermagem a um paciente com DM2. Metodologia: Realizado em visita domiciliar, com a Equipe Estratégia de Saúde da família do município de Timbaúba – PE, no mês de agosto de 2017. Utilizou-se dados do prontuário, exame físico, revisão de literatura e entrevista. Resultados e Discussão: NANDA - Integridade da pele prejudicada relacionado a ferimento em membro inferior esquerdo evidenciado por dor e perda de continuidade da pele após desbridamento. NOC – Terá cicatrização no tempo oportuno da ferida sem complicações. NIC – Verificar se há debilidade geral, associadas á doença crônica. NANDA – Risco de Quedas relacionado à déficit visual e dificuldade para deambular. NOC - Verbalizará que compreende os fatores de risco pessoais que contribuem para o risco de sofrer quedas. NIC – Avaliar o estado de saúde geral do indivíduo, atentando para fatores que possam comprometer a segurança, inclusive os distúrbios crônicos. Conclusão: Após esse estudo assegurou-se ainda mais que o uso da SAE atrelada ao processo de enfermagem pode ser aplicada nas diversas áreas de atuação do enfermeiro. Assim, concretizando o cuidado de enfermagem, através de bases científicas e dando mais credibilidade e autonomia ao profissional, além de desenvolver um trabalho mais criterioso ...

Suplementação De Vitamina A No Estado De Pernambuco -Cobertura Em 2015 E 2016

Research Article of Scientific Research and Reviews Suplementação De Vitamina A No Estado De Pernambuco -Cobertura Em 2015 E 2016 Nascimento D.F.R.1; Anjos A.M.2; Lima G.G.V.3; Lins I.R. 4; Costa M.P.5; Souza I.A.6 1,2,3,4,5Residentes em Saúde Coletiva com Ênfase em Gestão de Redes de Atenção à Saúde – ESPPE; 6Enfermeira, vinculada a ESPPE. Introdução: O Programa Nacional de Suplementação de Vitamina A foi instituído em 2005 pelo Ministério da Saúde com o objetivo de reduzir e controlar a deficiência nutricional de Vitamina A em crianças de 06 a 59 meses de idade e puérperas no pós-parto imediato. Objetivo: Descrever a cobertura da suplementação de Vitamina A em uma região do Estado de Pernambuco no período de 2015 e 2016. Metodologia: Foi realizado um estudo descritivo com a cobertura da suplementação de Vitamina A no período de 2015 e 2016 na XII Regional de Saúde do estado de Pernambuco que compreende ao todo, 10 municípios. Os dados são de origem secundária e foram obtidos através da base de dados eletrônica do Programa Nacional de Suplementação de Vitamina A. Foram coletados no período de fevereiro de 2017. Para análise, foi utilizado o programa Excel 2007 Microsoft ®. Resultados e Discussão: Na faixa etária de 06 a 11 meses, o município de Itaquitinga que em 2015 apresentou 153,69% de cobertura, em 2016 decaiu e apresentou 42,70%. Esse quadro de involução no padrão de cobertura também foi observado em outros municípios. Na faixa etária de 12 a 59 deve-se destacar a cobertura para a segunda dose da Vitamina A no ano de 2015 apresentou média de 110% e no ano de 2016 apresentou 10% de cobertura destacando que três municípios de regional apresentaram zero de cobertura. Nas puérperas, no ano de 2015 a média de cobertura entre os 10 municípios foi de 28,60% e no ...

Manuscript Title: The title should be a brief phrase.

Author Information: List full names and affiliation of all authors, including Emails and phone numbers of corresponding author.

Abstract: The abstract should be less than 500 words. Following abstract, a list of keywords and abbreviations should be added. The keywords should be no more than 10. Abbreviation are only used for non standard and long terms.

Introduction: The introduction should included a clear statement of current problems.

Materials and Methods: This section should be clearly described.

Results and discussion: Authors may put results and discussion into a single section or show them separately.

Acknowledgement: This section includes a brief acknowledgment of people, grant details, funds

References: References should be listed in a numbered citation order at the end of the manuscript. DOIs and links to referenced articles should be added if available. Abstracts and talks for conferences or papers not yet accepted should not be cited.

Tables and figures: Tables should be used at a minimum with a short descriptive title. The preferred file formats for Figures/Graphics are GIF, TIFF, JPEG or PowerPoint.

Publication fees: We do not charge any submission charges, but authors are required to pay publication fees after their manuscripts are accepted for publication. For authors who receive our invitations, please send us the invitation code.

Proofreading and Publication: A proof will be sent to the corresponding author. Authors should carefully read it to avoid any errors and return any comments. We will update and publish it shortly. One of our goals is to minimize our publication time. For authors who do not return comments of proofreading on time, we may put the proof onlinefirst and replace it later with the final version. 

Withdrawal/retraction Policy: When you want to withdraw/retract a published article, please send us your written request by email. We will withdraw/retract it from our system after reviewing the request. Please allow us enough time to process it. 

Terms of Use/Privacy Policy/Disclaimer/Other Policies: eSciPub LLC is a publisher to support Open Access initiative located in Houston, Texas, USA. We are a member of the largest community of professional publishers in the United States: the Independent Book Publishers Association. All journals are solely owned by eSciPub LLC and have no affiliation/relationship with any other(s). You agree that by using or receiving our services, you have read, understood, and agreed to be bound by all of our terms of use/privacy policy/ disclaimer/ other policies(Click here for details).

About the journal
The journal is solely owned and hosted by eSciPub LLC and has no affiliation/relationship with any other(s). Our aim is to provide a platform that encourages publications of the most recent research/reviews for authors of all countries.


About the publisher
eSciPub LLC is a publisher to support Open Access initiative located in Houston, Texas, USA. It is a member of the largest community of professional publishers in the United States: the Independent Book Publishers Association. It hosts more than 100 Open Access journals in Medicine, Business, Economics, Agriculture, Biological Sciences, Chemistry, Education, Physical Sciences, Sociology, Engineering.


Rapid Response Team
Please feel free to contact our rapid response team if you have any questions. Our customer representative will answer your questions shortly.

Scientific Research and Reviews

Loading